Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Guarujá

 

Manifestação contra Monopólio da ANEEL:

23/11/2012

Engenheiros se unem para defender a sociedade:

Os Engenheiros Eletricistas que estão participando da 69ª SOEA - Semana Oficial da Engenharia e Agronomia, estão comemorando o Dia do Engenheiro Eletricista com uma série de manifestações que começaram no período da manhã, no Auditório Ulysses Guimarães, com a distribuição de panfletos e colocação de várias faixas e se estendeu durante o dia em concentrações em frente à sede nacional da Agência Nacional de Energia Elétrica e na frente da Câmara e do Senado Federal.

No manifesto, distribuído hoje aqui em Brasília, os profissionais lembram que o Brasil está vivendo um período em que se registra uma demanda acentuada por profissionais. “Vivenciamos mudanças que nos levam a acreditar no Brasil, tendo como um dos aspectos o aumento da demanda de profissionais da engenharia. Precisam-se de engenheiros, tecnólogos e técnicos, de profissionais qualificados, recém formados, com experiência comprovada para o exercício das mais diversas atividades. A engenharia nacional começa a resgatar sua importância e vencer os 25 anos de estagnação e abandono. Novos horizontes surgem para todos, profissionais, empresas e sociedade”.

O documento, assinado pela Coordenação do Movimento Engenharia Nacional Unida em favor da sociedade e contra a concorrência e monopólio das concessionárias de energia, faz crítica sobre o que está sendo proposto pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica através de uma Resolução que diz, com finalidade de regular a prestação de serviços de engenharia por todas as concessionárias de energia elétrica que atuam no Brasil, repassando para as mesmas o podere de executar todos os serviços (sem fiscalização da Aneel), que são realizados atualmente por profissionais e empresas da área de engenharia, além de manter como atribuições das mesmas a elaboração de Normas Técnicas, aprovação de projetos, inspeção de instalações elétricas, distribuição e ligação de energia, estudos de viabilidade de cargas, sistema de iluminação pública, cobrança da conta de milhões de consumidores (seus clientes natos) por força de uma concessão pública.

Eng. Tony Souza explica: "O Grupo de Trabalho - GT - ANEEL X CONCESSIONÁRIAS foi montado em caráter emergencial pelo Presidente do CREA SP, Eng. Francisco Kurimori que entendeu a gravidade da situação. Nos reunimos, em São Paulo, para discutir a questão e pedimos, à Superintendência Jurídica do Conselho que elaborasse um Parecer Jurídico dando embasamento aos principais pontos que nós colocamos".
Das discussões também participaram os membros da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do CREA SP, cujo Coordenador Adjunto, Eng. Paulo Takeiama e o Coorldenador da Câmara Eng. Eletric. Luiz Alberto Tannous Challouts. "Estamos trabalhando para ganhar força e mostrar para o governo o risco que representa essa norma para os profissionais da engenharia e para a sociedade", explica Challouts.

Ele também comentou que a Câmara Nacional de Engenharia Elétrica já discutiu essa questão.

O Grupo de Trabalho é coordenado pelo Eng. Eletric. Tapyr Sandroni Jorge

 

Site CREA-SP